Após morte de Zungueira, famosos mostram-se chocados e saem em defesa das mulheres


1.1k partilhas

Depois do tumulto que envolveu polícias e cidadãos, na Avenida 21 de Janeiro, zona do Rocha Pinto, em Luanda, e teve como consequência, a morte de uma cidadã (Zungueira) identificada por Joana Cafrique, algumas figuras públicas angolanas como Patrícia Pacheco, Victor Hugo, Eva Rap Diva, Tchize dos Santos, Titica, Pérola, Daniel Nascimento, mostraram-se sensibilizados e revoltados com o número crescente de violência contra as mulheres nos últimos dias, principalmente as vendedora ambulantes, tendo apelado por mais respeito e amor por estas mesmas mulheres que vão a busca de sustento para os filhos. 

Após morte de Zungueira, famosos mostram-se chocados e saem em defesa das mulheres

Insatisfeito com a situação que paralisou as redes sociais e levou a revolta de milhares de angolanos, Victor Hugo  mostrou-se insatisfeitos e sensibilizados com o rumo de alguns factos que têm acontecido nos últimos dias,  apelando a preparação de alguns agentes da corporação que circulam na cidade capital.

“Apetece-me dizer uma boa asneira, mas não. Não é preciso, mas também não me vou calar. A polícia só deve usar uma arma de fogo para repor a normalidade de uma manifestação pública ou não necessariamente, em último caso.
O uso da força das nossas autoridades é frequente em casos aparentemente simples. Isso denota uma falta de preparação de alguns agentes da nossa corporação. Foi-se uma vida, uma mãe, uma irmã, uma cidadã angolana que lutava pela vida, num país que devido o abuso de poder de quem já devia estar preso, empurrou-lhe para aquela situação deprimente. Até quanto, até quando vamos continuar a ter esses problemas, esses excessos? O comandante da esquadra já devia pedir demissão ou ser demitido. Estou zangado com a polícia. A família enlutada os meus sentimentos de pesar”, disse o jornalista.

Para Tchize dos Santos, não importa qual sejam as explicações, a violência nunca deve ser uma solução para situações do gênero.

Após morte de Zungueira, famosos mostram-se chocados e saem em defesa das mulheres Após morte de Zungueira, famosos mostram-se chocados e saem em defesa das mulheres

Por sua vez Eva Rap Diva, fez menção ao ‘desrespeito pelos direitos humanos’, relembrando que não importa qual a razão não justifica tamanha brutalidade, considerando o acto como desumano.

Após morte de Zungueira, famosos mostram-se chocados e saem em defesa das mulheres

Após morte de Zungueira, famosos mostram-se chocados e saem em defesa das mulheres

Ainda nesta senda, a cantora Pérola lamentou a injustiça, e a frieza que está a tomar conta dos corações, das frustrações que estão a cegar as emoções/convicções de todos e se questiona de onde vem essa coragem de tirar a vida de de alguém? Pois tirar a vida de uma mãe possivelmente com um bebê às costas é doloroso.

“Que triste, que revoltante, que injusto…
A frieza está a tomar conta dos nossos corações, as nossas frustrações estão a cegar as nossas emoções/convicções. De onde vem essa coragem de tirar a vida de de alguém?! Tirar a vida de uma mãe possivelmente com um bebê às costas! Doloroso”, escreveu.

 

Enquanto que Titica, que encontra-se no Brasil a trabalho desde o Carnaval, também recorreu as redes sociais para apelar por mais respeito as mães Zungueiras que vão a luta pelo sustento dos seus filhos.

“Respeitem as nossas mamãs zungueiras , tirar a vida de alguém que trabalha com dignidade… que vai na luta pelos sustento dos seus filhos!!! quando nós estamos no sufoco nos espelhamos na coragem que elas tem de encarar a vida e formar os filhos com o pouco que elas ganham (Parem de matar mulheres elas gerem vidas são deusas)

Enquanto que Patrícia Pacheco, durante a abertura do seu programa “Grandes Manhãs”, em lágrimas, repudiou tamanha barbaridade e abuso de poder pelo comportamento violento que os agentes tomaram contra a senhora que é mulher, mãe e filha.

Recorde-se que a própria Policia Nacional na pessoa do seu porta voz Mateus Rodrigues condenou o acto e disse “não haver nada que justifique que um efectivo da polícia devidamente preparado dispare indiscriminadamente contra uma cidadã”.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

1.1k partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *