Quantcast

Barril de petróleo Brent bate recorde e chega aos 69,85 dólares

0
Divulgação de Serviços (ProCenter)

O barril de petróleo Brent, para entrega em março, encerrou hoje, sexta-feira no mercado de futuros de Londres a 69,85 dólares, um novo máximo desde 2014, mais 0,85% do que na véspera e 3,16% do que na segunda-feira.

O petróleo do Mar do Norte, de referência para Angola, terminou a sessão no International Exchange Futures com um acréscimo de 0,59 dólares face à última negociação, quando fechou a 69,26 dólares.

O preço do Brent manteve a tendência de alta dos últimos dias e manteve-se em níveis máximos desde o final de dezembro de 2014, sustentado pela queda das reservas nos Estados Unidos e a forte procura global durante os meses de Inverno.

Depois de na quinta-feira o barril de petróleo se ter cotado acima da barreira dos 70 dólares pela primeira vez desde dezembro de 2014, o barril de petróleo terminou hoje a semana com uma valorização de 3,16% face à abertura de segunda-feira (67,71 dólares por barril).

A instabilidade política no Irão e as reformas na Arábia Saudita impulsionaram nas últimas semanas os preços, que têm registado uma tendência para a alta, apesar do temor de um aumento da produção nos Estados Unidos.

Os preços do petróleo atingem máximas apesar de alertas de que a alta de 13% observada desde o início de dezembro pode estar próxima do fim.

O sentimento do mercado era impulsionado por uma surpreendente queda na produção dos Estados Unidos e por uma redução nos estoques do país, conforme dados oficiais divulgados na quarta-feira.

“O fato inegável é que os estoques de petróleo (nos EUA) estão no menor nível desde agosto de 2015”, disse o analista da PVM Oil Associates, Tamas Varga.

Ele destacou que, com isso, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) fica mais próxima de sua meta de reduzir os estoques à média dos últimos cinco anos nos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Deixe a sua opinião!

Partilhe.