TAD anula punição, reduz multa e deixa Manchester City participar na Liga dos Campeões


O Manchester City não vai cumprir os dois anos de afastamento das provas europeias a que tinha sido condenado em Fevereiro, por violação das regras do fair-play financeiro da UEFA. O apelo feito pelo clube junto do Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) foi bem-sucedido e a decisão inicial foi revertida.

O campeão inglês nas duas últimas épocas foi condenado ao pagamento de uma multa no valor de 10 milhões de euros, motivada pela falta de cooperação com a investigação da UEFA, mas conseguiu reverter a decisão mais gravosa, de exclusão das provas europeias nas próximas duas temporadas.

Publicidade

O resultado desse apelo foi revelado nesta segunda-feira, com a anulação da punição e a redução da multa de 30 para 10 milhões de euros. “Enquanto analisamos a fundo a decisão do TAD, congratulamo-nos com as implicações da decisão enquanto validação da posição do clube e das provas que foram apresentadas”, declarou a direcção do City, em comunicado.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *