“Nigerian Nightmare” lidera a intrigante UFC 251 na Ilha Yas, em Abu Dhabi


Durante meses, ‘Fight Island’ foi o grande plano misterioso escondido pelo chefe do Ultimate Fighting Championship Dana White em resposta aos bloqueios internacionais em todo o mundo. Neste fim-de-semana, a sua grande visão torna-se realidade nos arredores surreais da Ilha Yas, em Abu Dhabi, o local das borbulhas que hospeda o UFC episódio 251, com transmissão no SuperSport ao vivo nos canais SuperSport Máximo e SuperSport 11, a partir da 01:00 da madrugada de domingo.

Em meio a rigorosos protocolos de saúde, que resultaram na perda da vaga na 11ª hora após o teste positivo para o coronavírus, a organização MMA conseguiu reunir um dos melhores shows dos últimos anos.

Publicidade

Mesmo que Burns tenha perdido a chance, Jorge Masvidal (35-13-0), dos EUA, é um excelente substituto como desafiante para o cinturão de meio-médios para o Nigeriano Kamaru Usman. Não obstante o aviso prévio, Masvidal esteve firme no treino e está pronto para a acção.

Masvidal, um veterano de sete anos no UFC, foi por 3 a 0 no ano passado, e conserva o recorde de KO mais rápido na história do UFC contra Ben Askren (cinco segundos). Ele não mediu as palavras: “Estou feliz, mais do que tudo, porque posso quebrar o rosto desse sujeito e depois ser pago por isso”.

Usman (16-1-0), também conhecido como ‘O Pesadelo da Nigéria’, é um dos lutadores mais formidáveis do UFC e ficou impressionado com a mudança, considerando que suas mãos pesadas farão o negócio.

“No fim do dia, quando tu estás no campo de treino! E treinas da forma como eu treino? Tu não vês rostos. Quando atravesso o octógono, preciso activar ‘O pesadelo da Nigéria’. E deixar Kamaru Usman do lado de fora. Portanto, não vejo rostos no momento em que estou lá de qualquer forma”, disse o lutador nigeriano em relação a ter um novo oponente a última hora.

O UFC 251 também contará com duas outras lutas do campeonato: o ex-campeão peso pena Max Holloway (21-5-0) enfrentará o homem que o destronou, Alexander Volkanovski (21-1-0), em uma “revanche” muito aguardada, enquanto Petr Yan (14-1-0) e Jose Aldo (28-6-0) devem lutar pelo cinturão dos pesos livres masculinos.

Yan, conhecido como ‘Sem Misericórdia’, diz que espera uma dura batalha contra Aldo: “Ele não comete muitos erros. Ele estará pronto para percorrer toda a distância. Mas acredito que tenho a capacidade e as ferramentas para derrotá-lo. Não tenho dúvidas de que será um confronto emocionante. E porque nossos estilos combinam muito bem.”

Volkanovski, entretanto, sente que foi negligenciado como o novo campeão dos pesos pena e prometeu colocar Holloway nos cinco rounds desta vez: “As pessoas esquecem rapidamente como eu fiz isso, houve opiniões e comentários tendenciosos, tudo. Então, eu estou um pouco irritado, sinto-me desrespeitado. Eu tenho algo a provar desta vez, vou colocá-lo fora nos cinco rounds dessa vez. Garanto- vos isso. Essa é a minha mensagem.”

UFC 251 – Detalhes de transmissão:

Domingo 12 de julho
01:00: Cartão preliminar – SuperSport 11 e SuperSport Maximo 1
– Co-main: Campeonato de penas: Alexander Volkanovski x Max Holloway
– Campeonato de peso galo vazio: Petr Yan x Jose Aldo
– Peso palha feminino: Jessica Andrade x Rose Namajunas
– Peso mosca feminino: Amanda Ribas x Paige VanZant

03:00: Placa principal – SuperSport 11 e SuperSport Maximo 1
– Evento principal: Campeonato Welterweight: Kamaru Usman – Jorge Masvidal


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *