Jogos Olímpicos: Catarina Sousa representa Angola na categoria de 100 metros livres


A nadadora luso-angolana do Sport Lisboa Benfica, Catarina Sousa, irá representar Angola nos Jogos Olímpicos,  categoria de 100 metros livres, nesta quarta-feira, 28 de julho.

Após a eliminação da judoca Diassonema e duas derrotas consecutivas da Selecção Feminina de Andebol, os angolanos mantêm-se esperançosos em fazer história no Japão, confiando no talento da nadadora Catarina Sousa que sente-se lisonjeada em representar o seu país no maior evento multidesportivo global, em que milhares de atletas participam de várias competições.

Publicidade

Para demostrar as suas raízes, a atleta recordista não só usou uma T’shirt com uma das cores da  bandeira de Angola, mas também usou detalhes do tecido Samakaka que combinou com um chapéu preto da marca A’frock.

O acesso da luso-angolana à competição foi alcançado através da pontuação obtida no CIJ Meet, em Luxemburgo. Catarina Sousa nadou os 200 metros livres em 2:09.94 minutos e obteve um total de 657 pontos FINA. Com este resultado, e tendo participado no Campeonato Mundial de 2019, em Gwangiu, a atleta de 21 anos representará Angola nos 100 metros livres, hoje 28 de julho, no Japão.

Catarina Sousa começou a nadar com apenas quatro anos. Revelou enorme potencial e, após a insistência por parte dos treinadores, ingressou ao Clube Náutico da Ilha de Luanda, aos 11 anos. As suas boas prestações foram merecedoras da chamada à seleção angolana para participar no Campeonato Africano júnior, em dezembro de 2013. Na Zâmbia, a atleta integrou a equipa de 4x100m estilos onde venceu uma medalha de bronze.

Em maio de 2015, contribuiu para a melhor classificação de sempre de Angola no Campeonato Africano Zonal IV, o 2.º lugar, ao conquistar uma medalha de ouro em 4x50m e uma medalha de prata em 100m livres. No ano seguinte, a nadadora mudou-se para Portugal de modos a desenvolver as suas capacidades no Centro de Alto Rendimento de Rio Maior, alinhando pelo Clube Ginásio de Vila Real.

Em março de 2018, conquistou a medalha de ouro em 100m e 200m livres no Campeonato de Angola. E posteriormente, foi contratada pelo Benfica e, após terminar o ensino secundário, prosseguiu os estudos na Inglaterra, passando, em simultâneo, a representar a Universidade de Loughborough nos Campeonatos Universitários. Em março de 2019, nos Campeonatos de Inverno de Lisboa, venceu de “águia ao peito” uma medalha de bronze em 50m mariposa e duas medalhas de prata: em 100m mariposa e em 100m costas.

Este ano, Catarina participou no CIJ Meet do Luxemburgo, onde percorreu os 200m livres registando um total de 657 pontos no ranking da Federação Internacional de Natação, que foram fundamentais para o apuramento para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em representação de Angola.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *