Já sem CR7, Real Madrid perde primeira final para o Atlético de Madrid


424 partilhas

Era o primeiro jogo oficial – e a primeira decisão – do Real Madrid após a era Cristiano Ronaldo. A missão merengue era provar que poderia continuar a vencer e conquistar títulos sem o craque português. Mas do outro lado havia um valente Diego Costa. Brigador por natureza, o brasileiro naturalizado espanhol deixou toda a sua garra em campo. E também talento, claro. Fez dois golos, levando o jogo para o prolongamento participou do quarto e foi determinante para encerrar um tabu. Pela primeira vez o Atlético bateu o Real em uma final europeia. 

Já sem CR7, Real Madrid perde primeira final para o Atlético de Madrid

O que estava em causa no relvado do A. Le Coq Arena, em Talin, era mais do que a Supertaça Europeia. Interessava, sobretudo, levantar a ponta do véu sobre um Real Madrid pós-Ronaldo, um Real Madrid versão Julen Lopetegui, um Real Madrid que se deu ao luxo de deixar Luka Modric no banco. E, diante de um rival recorrente, um Atlético Madrid de alto nível, os “merengues” ruíram (2-4) e viram o vizinho erguer o troféu pela terceira vez.

Com este resultado, o Atlético acabou também com a sequência de 13 finais internacionais consecutivas no geral vencidas pelos merengues, que não perdiam uma desde 2000 e nesta quarta sofreram com erros individuais. Após superar o rival por 4 a 2 em Tallinn, capital da Estônia, o Atlético de Madrid é o campeão da Supertaça da Europa.


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

424 partilhas

Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  1. Tantas bocas invejosas dos jogadores do Real Madrid sobre o Cristiano Ronaldo, que agora é que eles já podiam jogar melhor e mostrarem que o Ronaldo não fazia falta e que iam vencer a final!
    Balelas seus palermas ingratos engulam a derrota, joguem e falem menos nele. O Real Madrid não vai ser o mesmo sem o CR podem ter a certeza!