Ex-treinador da selecção angolana apela por melhorias nos treinos de futebol


2 partilhas

O ex-técnico da selecção de futebol angolana, o argentino Rúben Garcia, considera que não se reflete a realidade do futebol angolano com a presença do internacional futebolista Gelson Dala na lista dos 33 atletas que concorreram para a eleição de melhor jogador africano (2018), ganho pelo egípcio Mohamed Salah, nessa terça feira (8) de Janeiro.

Rúben Garcia enaltece o país pela presença do atleta na lista, mas pede que se faça uma aposta seria na qualidade do treino dos atletas nacionais, assim estarão prontos em África e evoluem na Europa.

O ex-técnico da selecção disse ainda em declarações a imprensa, ser necessário “olhar” para a fraca condição da modalidade no âmbito interno e aumentar as exigências do treinamento, apesar da honra que representa a nomeação a tal nível para o futebol nacional.

Gerson Dala que está emprestado no Rio Ave, pelo Sporting de Portugal, tornou-se  no quarto jogador angolano nomeado para o prémio de melhor atleta africano do ano, depois dos craques: Mantorras e Flávio (2001) e Akwá (2006).

Angola foi representada na gala de premiação da CAF, realizada em Dakar, Senegal, pelo presidente da FAF, Artur de Almeida e o antigo jogador do Al-Ahly Sporting Club (Egipto), actual técnico do FC Bravos do Marques  Gilberto Amaral.

Por: Manuel Brito


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

2 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *