DStv garante grandes emoções para as finais da temporada


A presente época de futebol caminha a passos largos para a sua final, uma temporada repleta de momentos únicos, de grandes jogos e disputas épicas que certamente se movem na história do futebol mundial.

A primeira das grandes finais que o público vai testemunhar nesta época vem das terras de sua Majestade, com a final da Taça da Inglaterra entre o Chelsea e o Liverpool. Na verdade, será a segunda final da época para os dois clubes, depois do Liverpool ter vencido a Carabao Cup em Fevereiro (10-11 após as penalidades).

Publicidade

O Chelsea vive momentos desencontrados, depois do embargo ao antigo proprietário do clube, surgiram resultados desequilibrados, derrotas inexplicáveis, exibições de luxo e depois, uma eliminação frente ao Real Madrid, nos quartos de final da Champions, quando estava tudo na sua mão. No entanto, as exibições inconsistentes e a época, como um todo, podem ser salvas quando os comandados de Thomas Tuchel descerem ao relvado do mítico Wembley para defrontarem o Liverpool, na tarde deste sábado, 14 de Maio.

Do lado do Liverpool, há um sonho do tamanho do universo, a equipa de Jurgen Klopp continua viva e activa nas três principais frentes e quer fazer o inédito, conquistar o quádruplo depois da Carabao Cup, estão na final da Taça da Inglaterra, na final da Champions e lutam ainda pelo título inglês. Entretanto, a fatiga física e o cansaço mental podem ser um problema para os Reds que de três, podem não ganhar nenhuma. Para superarem isso, terão que ser gigantes, superar-se constantemente e atacar todos os restantes jogos como autênticas finais. Sobre isso, fazemos as contas no dia 28 de Maio, depois da final da Champions. Por agora, a concentração é para a final da Taça da Inglaterra, contra o Chelsea.

A 18 de Maio, na próxima quarta-feira, teremos a final da Liga Europa. Algo inédito, entre dois improváveis, mas destemidos e verdadeiros guerreiros. Eintracht Frankfurt, da Alemanha e Rangers da Escócia vão disputar a final da Liga Europa em Sevilha, no Ramón Sanchez-Pizjuán. A equipa alemã protagonizou uma das mais impressionantes trajectórias até a final.

Sempre considerada como a não favorita, conseguiu vencer o seu grupo, bateu o Bétis nos oitavos-de- final, depois protagonizou uma enorme surpresa ao eliminar o grande Barcelona (nos quartos de final) e nas meias-finais cilindrou o West Ham, qualificando-se para a final. Um aspecto a ter em conta aqui, é o enorme apoio que o clube tem da sua claque, o futebol envolvente quepratica e a rapidez com que executa os lances, o Eintrackt Frankfurt protagonizou algumas das mais memoráveis exibições da presente Liga Europa e está, por mérito próprio, na final.

O outro finalista da Liga Europa, o Rangers, é um sobrevivente, que aprendeu a renascer com as poucas forças que ainda lhe restavam, uma equipa forte e combativa, escoceses, numa palavra. Depois da fase de grupos, os campeões escoceses passaram pelo playoff contra o Borussia Dortmund (6-4 no agregado), bateram o aguerrido Estrela Vermelha de Belgrado nos oitavos de final, passou dificilmente pelo Braga e depois das meias-finais foram superiores ao RB Leipzig da Alemanha, uma meia final de grande intensidade e muita disputa.

Para a final da Liga Europa, os dois clubes levam para o Estádio Ramón Sanchez-Pizjuán, em Sevilha, um futebol vivo, rápido, para o ataque e de grande intensidade. Exemplarmente apoiado por duas das claques mais fervorosas da Europa, um show dentro do espectáculo.

A final da Liga Europa será no dia 18 de Maio, com transmissão no canal Máximo 360, na DStv. No sábado imediatamente a seguir, no dia 25 de Maio, os amantes de futebol poderão acompanhar a final da primeira edição da Liga Conferência. A nova competição da UEFA que proporciona às equipas do meio da tabela, dos campeonatos, uma oportunidade para se exibirem ao mais alto nível na Europa, promove a integração, permite ganhar maior ritmo competitivo e grandear prestígio.

Nesta primeira edição, Roma e Feyenoord são os finalistas. Os italianos venceram o seu grupo, passaram pelo Vitesse nos oitavos, suaram frente aos suecos do Bodo Glimt e nas meias-finais bateram o Leicester City (2-1 no agregado).

Os holandeses do Feyenoord, há algum tempo afastamos dos holofotes das grandes noites europeias, têm aqui uma grande chance de relançar o seu nome. Depois