Derek Chisora tentará atrapalhar as ambições do ex-campeão Oleksandr Usyk


O desporto continua a movimentar os amantes da acção e da adrenalina em todo o mundo. E desta feita, a proposta vem da Europa numa super noite de luta, para a disputa de grandes títulos mundiais de boxe.

Na noite deste sábado (31) de Outubro, na Inglaterra,  o britânico Derek Chisora, nascido no Zimbábue, tentará atrapalhar as ambições do ex-campeão indiscutível de peso-cruzado Oleksandr Usyk, que busca limpar os pesos pesados depois de dominar a categoria de peso inferior.

Esta será apenas a sua segunda luta de pesos pesados e, embora ele carregue um arsenal de habilidades, é a sua capacidade de absorver a força dos pesos pesados que será a característica mais dominante desta luta.

Chisora recusou-se a falar mal de seu adversário: “Ele [Usyk] é uma boa pessoa. Ele ganhou uma medalha de ouro. Ele ganhou tudo que podia da [na categoria cruiserweight/peso- cruzado]. Para mim, dizer qualquer coisa má sobre esse ele faz-me parecer estúpido. Ele fez tudo. Ele é um bom lutador. Ele é um bom atleta.”

Chisora explicou como se preparou para o adversário no sparring, que ainda não se convenceu do novo peso, mas que traz técnica e velocidade da categoria abaixo.

“Tudo que eu precisava conseguir eram canhotos, para a forma como eles se levantam e movem os pés. O jogo está em jogo porque os socos vão cair”, disse. O britânico continuou: “Vai ser um choque para ele. Se você tem energia pronta, você está bem. Vamos ver se ele tem poder para incomodar algum peso pesado. Quando eu der os meus socos, ele saberá que foi atingido.”

Poucas horas depois, na manhã de domingo, no Texas, Gervonta Davis e Leo Santa Cruz lutarão pelos campeonatos WBA superpluma e WBA leve, em um confronto raro na história do boxe em que títulos mundiais em duas categorias de peso estarão em jogo, na mesma noite.

Outra notáveis lutas pelo título de dois pesos na história recente do boxe foram a luta de Sugar Ray Leonard-Donny Lalonde em 1988 pelos títulos dos meio-pesados e super-médios, e a “vingança” de Floyd Mayweather-Marcos Maidana de 2014 para os super-meio-médios e meio- médios campeonatos.

Davis é na verdade um protegido de Mayweather, embora completamente diferente no estilo: o canhoto é um perfurador dinâmico que sufoca os oponentes por meio do seu ataque de alta pressão.

Mayweather afirmou que quer ver Davis superar o seu próprio recorde de carreira perfeito de 50-0: “Este jovem aqui, uma superestrela nata. Eu diria que sou o Deus disto, sou o Don disto, eu sou o LeBron daqui. Mas o objectivo final é fazer com que ele me supere.”

A SuperSport fará uma cobertura exaustiva da noite de consagração de um dos pugilistas mais promissores da nova vaga, num combate que promete ser memorável, quer para os lutadores como para toda a audiência e telespectadores.

Detalhes da transmissão de boxe ao vivo:

Sábado 31 de outubro
19:00: WBO Inter-Continental Título: Oleksandr Usyk v Dereck Chisora – SuperSport Variety 1
(SuperSport Action a partir das 19:45SuperSport Grandstand das 20:00 e SuperSport Maximo a
partir das 20:30)

Domingo, 1 de novembro
02:00: WBA Super Pena e Peso Leve Títulos: Gervonta Davis v Leo Santa Cruz – SuperSport
Maximo 1

 

PUB

Gostou? Partilhe com os teus amigos!

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *