Clube Russo cancela contratação de atleta negro


81 partilhas

Uma semana após a final do Mundial 2018, disputada em Moscovo, cidade do clube “FC Torpedo Moscovo”, o mundo do futebol se deparou com mais um caso de racismo na Rússia. Após o clube “Fc Torpedo Moskva” ter a anunciado a contratação do atleta russo-congolês Erving Botaki, torcedores manifestaram-se descontente o mesmo passou a ser alvo de racismo nas redes socais, tendo ‘forçado’ o cancelamento da sua contratação pelo clube Russo. 

Clube Russo cancela contratação de atleta negro

Por meio de comunicado de imprensa enviado pelo clube  nesta sexta-feira (20), a direcção do “Fc Torpedo Moskva” da terceira divisão,  alega que cancelaram o contrato com o jogador pelo desempenho da equipe na última temporada, que não dá ‘compensação’ para fazer qualquer tipo de negócio no momento.

“A transferência do jogador Erving Botaki para o clube foi cancelada devido à nossa política de não pagar por transferências de jogadores. Mais uma vez, reiteramos que a cor de pele nunca foi critério para escolhermos os jogadores do clube. O racismo não tem o direito de existir”, informa o comunicado do clube.

As ofensas foram lideradas pelo Zapad-5 Ultras, grupo não oficial ligado ao Torpedo, que tem histórico de manifestações racistas desde 2015, o clube foi punido depois que torcedores imitaram gestos e ruídos de macacos para um jogador adversário.

Erving Botaka-Yoboma tem 19 anos, é defesa e jogava na equipe B do Lokomotiv Moscovo. O jovem nasceu na Rússia, mas tem origens na República Democrática do Congo.

 


Gostou? Partilhe com os teus amigos!

81 partilhas

0 Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *