Angolano Manel Kape nocauteia Zhumagulov com ‘metralhadora’ de socos no UFC


Manel Kape facturou a segunda vitória no UFC numa grande actuação em Las Vegas na noite deste sábado (madrugada de domingo em Luanda). O angolano nocauteou o cazaque Zhalgas Zhumagulov aos 4m02 do primeiro round, em duelo dos moscas (até 56kg). 

No card preliminar do UFC deste sábado, em Las Vegas, o angolano Manel Kape que nasceu em Angola mas que defende as cores de Portugal no UFC, certamente teve a melhor performance da noite até o momento.

Publicidade

Kape precisou de quatro minutos para nocautear o cazaque Zhalgas Zhumagulov logo no primeiro round.

O angolano acertou uma sequência que levou o rival ao chão. Logo depois, começou a “metralhadora” de socos e coube ao árbitro apenas interromper o combate.

Na entrevista, Kape mandou avisar: “Vou ser campeão do peso mosca no ano que vem, não tem ninguém melhor do que eu nessa categoria”.

No final do encontro, Kape que comemorou fazendo o tradicional pulo de Cristiano Ronaldo ao marcar seus golos, exibiu as bandeiras de Angola e de Portugal.

Manel Kape chegou ao UFC neste ano credenciado pelo título dos galos (até 61kg) no evento asiático RIZIN, mas ao descer para o peso-mosca (até 56kg) na nova organização sucumbiu a dois brasileiros logo nas duas primeiras lutas que fez, contra os brasileiros Alexandre Pantoja e Matheus Nicolau, a primeira por decisão unânime e a segunda na decisão dividida. Após essas duas lutas num espaço de 35 dias, o angolano voltou quase cinco meses depois, quando nocauteou Ode Osbourne. E agora fecha 2021 com duas vitórias e duas derrotas em seu primeiro ano no UFC.